categoria
colaborador
arquivo

Arquitetura de reconstrução

toyo ito

São quase dois anos de trabalho. Reconstruir uma região todo devastada por um terremoto seguido de tsunami é a missão do governo japonês. Mas o arquiteto Toyo Ito também que fazer parte desta história. Ele dedica parte do seu tempo para o “Home for All”   fornecendo pequenos espaços comuns para os afetados pela tragédia.

Vencedor do Prêmio Pritzker 2013, conhecido como “criador de edifícios atemporais”, ele envolveu sua alma e jovens arquitetos neste projeto especial. Os espaços são centros públicos em que os moradores podem se encontrar, cozinhar, comer e beber.

O “Home for All” já ergueu seis casas comunitárias, construídas por voluntários, e tem outros no futuro. Ito deve que abandonar o estilos conhecido de uso de tubos estruturais e partir para uma arquitetura mais simples. O projeto ganhou aplausos do mundo todo por seu princípio universal e deu aos japoneses o Leão de Ouro da última Bienal de Veneza, no ano passado. Aliás, ele é o sexto  japonês a receber o Pritzker.

Em entrevista publicado pela Princeton Architectural Press, o arquiteto comenta:  ”Atualmente a arquitetura é avaliada mais pela sua originalidade. Como resultado, os mais importantes temas – por que um edifício se constrói e para quem, foram esquecidos. A zona de desastre, nos dá a oportunidade de adotar um novo olhar, distinto ao que a arquitetura é realmente. ‘Home for All “pode consistir de pequenas construções  mas induz à questão vital de que a arquitetura deve tomar forma na era moderna, e até mesmo pôr em causa os temas mais primitivos como o próprio significado da arquitetura.”

Como resultado, em Rikuzentakata, cedros arrancados pelo mar foram reaproveitados como estacas naturais que sustentam o centro comunitário. Em Kamaichi, a opção foi um lugar para para workshops, aulas de culinária, acesso à internt. Em Sendai, o importante era ter um jardim. Na pequena Higashimatsushima, as crianças ganharam um parquinho.

tags , , ,