categoria
colaborador
arquivo

Museu do pão

Lá em Portugal, na cidade de Seia, existe há 10 anos um museu dedicado ao pão. Recentemente, a sede foi ampliada criando uma nova ala temática e pedagógica voltada para o público infantil.

O novo espaço, com mais de 250 m2, foi criado pelo cenógrafo Paulo Braga. A cenografia  permite que os visitantes possam fazer um percurso por uma espécie de floresta tendo como anfitrião um duende protetor da tribo dos lusitanos.

O objetivo é levar às crianças a memória do pão tal como ele era ainda antes da fundação da nacionalidade portuguesa, ainda no tempo dos romanos e dos lusitanos.

“A sala vem recriar um universo de fantasia e magia, onde se recua ao tempo em que a Serra da Estrela se apelidava de Montes Hermínios e, segundo alguns, um local por onde terá andado o guerreiro lusitano Viriato”, conta o diretor Sérgio Carvalho.

O Museu do Pão abriu ao público a 26 de setembro de 2002 e dispõe de quatro salas expositivas sobre “O Ciclo do Pão”, “O Pão Político, Social e Religioso”, “A Arte do Pão” e a “Ala Temática e Pedagógica – O Mundo Fantástico do Pão”.

O complexo de iniciativa privada, com mais de 3.500 metros quadrados de área coberta, integra ainda um restaurante, bar e biblioteca, mercearia antiga e ateliê de arte de pão.

tags , , ,