categoria
colaborador
arquivo

Novos negócios

Se rolou um Pibinho como os economistas chamaram o resultado do crescimento da eonomia brasileira o ano passado, com certeza, não foi por falta de empreendedorismo, principalmente dos individuais.

A Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp) registrou um total de 464 mil empresas constituídas em 2012. O número apresentou um crescimento de 5% em relação aos 438 mil empreendimentos criados no ano anterior. O aumento no total de constituições deve-se aos microempreendedores individuais (MEI), que responderam por 275 mil empreendimentos, cerca de 60% do montante.

Dentre as principais atividades que obtiveram maior procura por novos registros, destacam-se os setores ligados ao vestuário, beleza e alimentação, duas das áreas apoiadas e incentivadas pelo Movimento HotSpot.

O presidente da Jucesp, José Constantino de Bastos Jr., afirma que o cenário do Grande ABC é semelhante ao da média estadual. “O setor de serviços tem crescido muito, principalmente porque o investimento para iniciar atividade é baixo até mesmo em comparação ao comércio e, principalmente, à indústria”, justifica.

O Estado de São Paulo é líder no registro de novas empresas no Brasil, com 33% de participação no ranking do Departamento Nacional de Registro de Comércio (DNRC). Minas Gerais ocupa a segunda posição, com 9,4%, seguido por Paraná (7,9%), Rio Grande do Sul (7,4%) e Rio de Janeiro (6,6%).

tags , ,