categoria
colaborador
arquivo

Resultados práticos

RatoRoi

Mesmo com a premiação final do Movimento HotSpot, as conexões criadas pelo projeto continuam rendendo frutos. Este é o caso da candidata Flávia Vanelli, inscrita na categoria ideia com RatoRói,  iniciativa para o recolhimento e limpeza de plásticos comuns pós-consumo, transformando-os em uma nova superfície. Ela acaba de receber um investimento do BNDES graças ao caminho apontado pela curadora Ilse Biason.

Tudo começou com a apresentação de sua ideia para a banca de jurados em Porto Alegre. Naquele dia, Ilse, que é superintendente da Assintecal, que apontou uma lacuna existente na composição e reaproveitamento de resíduos para o desenvolvimento de componentes para calçados.  Ela, então, sinalizou que a RatoRói tinha todos os requisitos técnicos para  inscrever-se no edital. Flávia não perdeu tempo. O projeto não só foi aprovado como conseguiu uma boa pontuação ficando entre os 50 beneficiados de um total de 1.000 projetos inscritos.

“Vamos agora partir para a implantação de um dos conceitos de Ecoindústria para uma APL calçadista. A iniciativa envolve ainda, a Associação de Recicladores responsável pelo município de Jaraguá do Sul. O projeto se propõe a atuar de maneira socialmente justa, economicamente viável, ecologicamente correta”, conta a candidata.

Ilse lembra que aou ouvir a explicação de Flávia, imediatamente juntou os pontos com as necessidades de reciclagem na cadeia produtiva dos calçados e a abertura do edital do BNDES tratando exatamente deste tema. “Vale ressaltar ainda que me tocou a tremenda boa vontade e persistência da proponente”, diz Ilse.

Mesmo não passando para a final, Flávia ficou feliz com o resultado alcançado: “acredito que para a maioria dos participantes a seleção já foi uma grande resposta positiva a trabalhos que se encorajam a fazer novas histórias. Participar de todo o processo do MHS me proporcionou compreender melhor o potencial do meu trabalho e onde posso chegar com ele. Sobretudo, me colocou em rede com mais uma série de outros talentosos profissionais”.

Para Ilse, Flávia é apenas um exemplo das centenas de ideias que avaliou durante todas as fases do MHS. “ Vi muita coisa diferente, interessante e viável. Na minha opinião, temos agora de constituir um banco de projetos para que possamos buscar soluções, financiamentos e outros encaminhamentos possíveis”

A curadora também levou para a mostra Inova Mais, a impressora 3D apresentada no festival de Porto Alegre. O convite já rendeu adaptações ao projeto e uma série de novos pedidos.

Que a rede continue se formando!

tags ,