subjetividades vestidas

Por Bruno Henrie, Minas Gerais

  • subjetividades vestidas
  • subjetividades vestidas
  • subjetividades vestidas
  • subjetividades vestidas
  • subjetividades vestidas
Incorporar e-mail

incorporar

fechar

*#/>moda

subjetividades vestidas subjetividades vestidas
Belo Horizonte/MG

subjetividades vestidas

por Bruno Henrie

A coleção "Subjetividades vestidas " pretende  situar a subjetividade contemporânea,ressaltando as relações entre o corpo e o vestir. O corpo…

Adicione este projeto no seu site

<iframe frameborder="0" height="522px" src="http://movimentohotspot.com/projeto/subjetividades-vestidas/?widget=true" width="240px"></iframe>
Copiado copiar

email

fechar

seu nome compartilhou um projeto do Movimento HotSpot com você:

"subjetividades vestidas - A coleção "Subjetividades vestidas " pretende  situar a subjetividade contemporânea,ressaltando as relações entre o corpo e o vestir. O corpo…"

denuncie este projeto

>sobre o projeto

A coleção "Subjetividades vestidas " pretende  situar a subjetividade contemporânea,ressaltando as relações entre o corpo e o vestir. O corpo está sempre se fazendo no decorrer da história. Não há um corpo a ser definido,assim como a moda.Os corpos, assim como a subjetividade são delineados por uma série de agenciamentos que os produzem e os desfazem continuamente. Sendo assim,é através de um pensamento-moulage que me parece a melhor forma de refletir sobre moda neste trabalho.

A seção de fotos teve como ponto de partida o conceito máximo de subjetividade: a identidade. O nascimento da coleção se deu a partir da busca de uma identidade para formas diversas e a partir disso, foi usada a ideia de multiplicidade da identidade do sujeito e a constante busca pelo eu interior.

As peças foram criadas a parir de formas diversas, o que dispensou o uso da modelagem propriamente dita. Assim como a moulage, a desconstrução também permeia a coleção, ajudando na busca pelas novas identidades dessas formas. Como resultado, a coleção apresenta peças com modelagens diferenciadas e algumas causando até um certo estranhamento por serem montadas de forma aleatória na confecção, podendo ser compreendida apenas no corpo.

O designer, a partir de vivenciamentos do cotidiano, percebendo o que sensivelmente se passa pela subjetividade, elegeu as formas de forma aleatória. Supervisionou a equipe de trabalho na confecção da coleção do inicio ao fim. Apaixonado por moda desde sempre, vive dentro deste universo, participando de concursos de novos talentos e exposições. Fez cursos para aprimoramento tanto do conhecimento quanto da técnica. Trabalhou como stylist na empresa GWP Representações e atualmente faz produção de moda para a marca Regina Salomão, além de trabalhos para a suam marca homônima.