categoria
colaborador
arquivo

Olhar feminino

ipanemawall

O bairro de Ipanema está sofrendo com as obras do metrô. Pra dar um respiro no bate-estaca,  quem passar esquina da Rua Maria Quitéria com a Barão da Torre basta olhar para cima e se deparar com um grande painel criado por Carla Barth.

Ela é a primeira artista mulher a ocupar o espaço do Ipanema Wall, que acontece há três anos, na fachada da loja Redley. O convite partiu do Pedro Perdigão da agência EPA!, responsável pelo branding da marca. “Queria muito andar em uma grua e pintar algo grande, como um prédio. Já venho pintando grandes painéis, mas foi meu primeiro prédio”, conta Carla. “Para criar, acabei pegando a influência dos quadrinhos e uma estética lúdica, com um toque de eruditismo. Fiz tudo com pincel, rolinho, e não usei grafitti. “

A artista admite que sua ligação com moda é antiga. “Meus pais tem formação em artes e eu cresci no meio, mas sempre tive uma grande simpatia pelo design, por arte aplicada, pelas fusões com moda e pela democratização da arte”, relembra.

Com isso, expandiu o seu talento para diversas plataformas: ilustração, telas, esculturas. Carla explica que “escolhe o que e onde vou fazer de acordo com a demanda, acho que tudo influi, tempo de execução, se a proposta é um trabalho com briefing ou não, isso vai ditando as minhas opções quanto ao material e a técnica.”

O seu trabalho fica exposto em Ipanema até outubro. A cada semestre, um artista passa por lá como Marcelo Macedo, Antonio Bokel, Flavio Samelo e Vagner Donasc, deixando seu toque na parede, que tem seis metros de largura. Levante os olhos e aproveite!

tags , ,